domingo, 15 de maio de 2016

Fotos de Cão Yorkshire: Raças e Preços

HOJE POSTEI Fotos de Cão Yorkshire: Raças e Preços
BEIJOS DO  blog MULHER MARAVILHOSA
Ao contrário do ocorrido em alguns dias, onde uma Enfermeira acabou matando o seu Cão YorkShire em Goiânia, saibam fazer diferente, compre e adote um como se fosse seu companheiro inseparável. Pra finalizar, segue abaixo, algumas fotos e dicas de onde comprar e comparar os preços do Cão da Yorkshire!

Criadores e canis de cães da raça Yorkshire Terrier

O AgendaPet não possui vínculo com as empresas e criadores listados são meramente informativos

São Paulo

1. Canil Dryllens
Telefone: (11) 99590 3668
e-mail: canildrillens@hotmail.com
2. Canil Dirraus - Araras
Telefones: (19) 3542 5934/ 99206 7434
e-mail: alessandra@canildirraus.com.br
3. Canil Babylhote's
Telefones: (11) 2382 5149 / 98175 7228
e-mail: babylhotes@hotmail.com
4. Canil Ogima - Osasco
Telefones:  (11) 3601 1996 /  97395 8787 /98295 8003

Rio de Janeiro

5. Canil Faig
Telefone: (21) 9 8312 7031
e-mail: faigkennel@gmail.com
6. Canil Puppy Sweet
Telefone:  ( 21)  3256 5586/ 9676 3403 
e-mail: puppysweet@puppysweet.com.br  

Santa Catarina

7. Canil Brava York Tênis - Balneário Camboriú
Telefones:  (47) 3249 1533 /  9952 2336/  9982 1167
e-mail: contato@bravakennel.com.br

Bahia

8. Canil Edy Sehybux - Salvador
Telefones: (71) 3019 6302/ 8857 3770
  • Coloração: azul-aço escuro (uma espécie de cinza). Pode ter variação de pelos dourados, bronze ou escuros. No peito, a pelagem é de um castanho abundante e brilhante. Todos os pelos de cor castanho são mais escuros na raiz do que no meio, ficando ainda mais claros nas pontas. Há variação de Yorkies pretos e castanhos.
  • Expectativa de vida: de 13 a 15 anos.
  • Altura média: até 25cm.
  • Peso médio: 2,5 a 4kg.
  • Nível de energia: alto.
  • Pelagem: longo, muito liso, brilhante, de textura fina e sedosa.
  • Qualidades: inteligente, muito vocal, leal, teimoso, gentil e bom com crianças.
  • Preço: de $ 1.000,00 a $ 4.000,00.

1. Yorkie adapta-se muito bem a espaços pequenos

O Yorkshire é perfeito para apartamentos

Apesar de o seu nível de energia ser alto, oYorkshire é uma ótima opção para quem mora em apartamentos. Por ser uma raça pequena, não precisa de muito espaço e fica contente em ter o seu cantinho com uma comida, alguns brinquedos e sua caminha.
Também por ser pequeno e se adaptar bem a lugares com pouco espaço,  ele adora ficar no colo e os donos da raça se sentem tentados pegá-los do chão a todo instante. Apesar de ser muito gostoso ficar com um cachorrinho gentil e macio no colo, isso não é muito positivo para os animais.  Longos períodos no colo, ou dentro de bolsas de transporte podem acarretar em problemas de coluna para o cão, além de incentivar um comportamento de dependência, que pode levar o cãozinho a se tornar muito possessivo em relação ao dono.
O Yorkie late muito e, para quem mora em apartamento, isso pode ser um problema, principalmente no relacionamento com os vizinhos, mas esse comportamento pode ser modificado por meio do adestramento.
A raça também tem um traço de dominação e pode se tornar territorialista, por isso é bom educá-lo desde cedo para que não haja conflito com outros animais e pessoas.
Popular e alegre, se educado, vai conviver muito bem com outros bichinhos, crianças e até pessoas novas.

Yorkshires têm uma expectativa de vida bastante longa e apresentam poucos problemas de saúde em geral, no entanto é indispensável ficar atento para as variações de Yorkies “míni”, “anão”e “toy”.
Esses termos designam cães muito menores e fora do padrão da raça, que foram criados a partir do cruzamento de exemplares muito pequenos e isso acarreta em vários problemas de saúde e comportamento.
Geralmente são bem mais agitados e excessivamente vocais, latem muito e são muito mais propensos a terem problemas de saúde. Por isso, considere sempre o padrão da raça, que estabelece como peso ideal em torno de 3 Kg.
Essa é uma raça naturalmente pequena e, por isso, as fêmeas já apresentam problemas em relação à gravidez e ao parto, o incentivo das variações menores aumenta esse risco drasticamente.
Os principais problemas de saúde da raça são: 
  • fechamento tardio da moleira;
  • hérnia;
  • dentição dupla;
  • luxação patelar  deixa o cão manco. Deve-se evitar o cruzamento de cães com a doença;
  • fêmeas podem apresentar dificuldades no parto, exigindo acompanhamento constante de um veterinário;
  • costumam ter muito mau-hálito e problemas de tártaro.

O pelo longo e delicado exige cuidados extras

O Yorkshire é famoso pela pelagem, mesmo com os pelos aparados. Chama a atenção pelo brilho, sedosidade e maciez, mas imagine se o dono deixar de penteá-lo: os fios com certeza vão se embaraçar, e isso, além de esteticamente desagradável, pode ser muito doloroso para o cachorrinho, sem falar no acúmulo de sujeira que pode gerar.
Se o Yorkie tem o pelo bem comprido, ele se torna uma verdadeira vassoura, e o pó e sujeira por onde ele anda, aderem ao pelo. Sua movimentação, andar e se coçar, pode fazer os pelos embaraçarem e, aí, o aspecto majestoso dessa linda raça dá lugar a uma aparência de cãozinho abandonado.
É importante escová-lo todos os dias,  e essa atividade pode ser um verdadeiro ritual, a dica é primeiro escovar no sentido do crescimento dos pelos para limpar a pelagem superficial, depois escovar cuidadosamente na direção oposto ao crescimento dos pelos, para limpar os pelos de baixo e massagear a pele e então escovar novamente na direção do crescimento dos pelos para arrumar.
Os banhos poem ser dados ou em casa, ou em um pet shop. Se você preferir deixar essa tarefa nas mãos de um bom profissional.
Sempre que levá-lo ao pet shop, peça para que o profissional corte as unhas do cãozinho. Essa é uma tarefa importante e, se feita por alguém com pouca experiência, pode sangrar e doer muito, pois eles têm uma "carninha" embaixo das unhas.
tosa do Yorkie também deve ser feita por profissionais, e o estilo fica por conta do gosto do dono. Dependendo do objetivo, pode-se fazer o corte para competição (pelos longos), o corte higiênico (tira os pelos apenas das patas, rosto e partes íntimas) e o corte filhote, que deixa o pelo bem curtinho, parecendo com o pelo dos filhotes de Yorkie. Mas é bom lembrar que, por não ter um subpelo, o Yorkshire Terrier não deve ter o pelo tosado muito rente.

Quando se pensa em cães nadando, logo vem à cabeça uma raça grande, como um labrador, pulando em um rio. Pois saiba que os Yorkies são realmente apaixonados por água.
Geralmente essa é uma atitude que parte deles e surpreende a muitos donos. Quando veem uma piscina, ou um lago, logo se jogam e saem nadando, por isso, se você tem uma piscina em casa, tome cuidado e não deixe seu Yorkie ter acesso a ela sem supervisão. É muito perigoso que cães nadem sem ninguém por perto, além de muitos terem dificuldade para sair de uma piscina, eles podem sofrer uma estafa muscular, ou até ter uma cãibra e não haverá ninguém para socorrê-lo.
Se, por um acaso seu cachorrinho não mergulhe imediatamente na água, fique tranquilo, muitas vezes, é necessário o exemplo de um cão mais maduro, ou até mesmo o incentivo do dono. Lembre-se de jamais forçá-lo a entrar na água, e jamais jogue-o em uma piscina, isso pode deixá-los completamente traumatizados para o resto da vida.

Um cãozinho para toda a família

O Yorkie é muito dócil e brincalhão, é uma boa opção para crianças, mas é bom que essa interação seja supervisionada por um adulto, pois, como são cães delicados, podem se machucar seriamente se a criança não entender que ele não é um brinquedo, e sim um animalzinho que precisa de cuidado. Dificilmente um Yorkie vai se irritar com uma criança, pois é paciente e aceita bem as brincadeiras.
Essa é uma raça que ama atenção de toda família e não suporta ser ignorado por longos períodos de tempo. Apesar de ter ganhado fama por ser relativamente independente e lidar bem com a solidão, isso não é bem verdade. Historicamente, são cães de companhia, e o ideal é que haja sempre uma pessoa junto com o cão.
Caso você não tenha tempo para ficar a maior parte do dia com ele e não tenha ninguém que possa exercer esse papel, é importante tomar alguns cuidados, como sempre deixar água limpa e fresca disponível e ter certeza de que não há objetos perigosos pela casa. E lembre-se, deixar um cão muito tempo sozinho pode resultar em muitos moveis e objetos roídos e destruídos, principalmente se for um cãozinho jovem. Enquanto o Yorkie maduro é bem mais calmo, o filhote e o adolescente que não for ocupado com bastante brincadeira, treinamento e trabalho vai acabar mastigando tudo, latindo, cavando e encontrando formas de se manter entretido.
São cães versáteis, dão-se muito bem com a família, mas também são ótima companhia para quem vive sozinho, têm energia de sobra para brincar e, se acostumados desde cedo, dão-se bem com outros cães e gatos.
Algo pouco sabido sobre os Yorkies é que eles são ótimos cães para terapia. Por serem carinhosos e empáticos, têm o poder de alegrar e reabilitar pessoas necessitadas.

 O Yorkie não precisa de muitos passeios

Uma volta no quarteirão é mais do que suficiente para deixá-lo feliz e satisfeito

Apesar de ser um cãozinho com bastante energia, o Yorkie prefere gastá-la brincando.
As atividades físicas mais semelhantes a brincadeiras são as preferidas dessa raça. Se a brincadeira estiver acompanhada da interação com o dono, melhor ainda. Jogar uma bolinha faz com que ele corra exaustivamente e se divirta muito.
Seu exercício favorito, como bom cão de companhia que é, é seguir o dono pela casa.
Vale ressaltar que, quanto mais o seu cãozinho for mantido no chão, ao invés de no colo, melhor para ele, pois, além do exercício, é uma valiosa lição de comportamento.


Designer: ♥♥neusa http://neusatemplates.blogspot.com.br//